Comércio Investe

O Comércio Investe destina-se a apoiar projetos de investimento promovidos por empresas ou por associações empresariais destinados à promoção da inovação de processo, organizacional e de marketing nas empresas do setor do comércio. A presente medida é aplicável em todo o território do continente, com o objetivo de apoiar projetos que se diferenciem pela melhoria de oferta comercial ligada ao comércio de proximidade, especialmente concentrado nos centros urbanos, destinando-se a projetos promovidos quer por micro ou pequenas empresas quer por associações empresariais do comércio.

peça-nos uma proposta

Incentivos

Comércio Investe

peça-nos uma proposta



OBJETIVO

A medida Comércio Investe, à semelhança do anterior Programa de Apoio à Modernização do Comércio – MODCOM – visa apoiar a modernização e valorização da oferta dos estabelecimentos abertos ao público através da aposta na inovação e da utilização de formas avançadas de comercialização.


BENEFICIÁRIOS DE PROJETOS INDIVIDUAIS

Micro e pequenas empresas cuja atividade principal se destine ao comércio a retalho, com CAE 47, à exceção das seguintes atividades: 47300, 47240, 47790, 47770, 47810, 47820 e 47890.


PRINCIPAIS CONDIÇÕES DE ACESSO DOS PROJETOS

- Possuir um prazo de execução até 12 meses a contar da data da decisão;

- Corresponder a um investimento mínimo elegível de 15 000 euros;

- Não ser destinado ao apoio de estabelecimentos que se localizem em centros comerciais ou conjuntos comerciais, exceto se possuírem acesso direto pela via pública;

- Ter como objeto um único estabelecimento com área de venda ao público.


DESPESAS ELEGÍVEIS

- Aquisição de hardware e software, equipamentos e sistemas de segurança, equipamentos para dinamização de serviços pós-venda e outros que se mostrem necessários;

- Aquisição de equipamentos e mobiliário que se destinem a áreas de venda ao público;

- Criação ou dinamização de espaços virtuais de divulgação da oferta e de comércio eletrónico, para complemento à oferta existente no estabelecimento comercial;

- Despesas com assistência técnica nas áreas da decoração, design de interiores, vitrinismo e tradução de conteúdos para língua estrangeira;

- Despesas inerentes à certificação de sistemas, produtos e serviços no âmbito do sistema português da qualidade;

- Despesas com o desenvolvimento de insígnias ou marcas e os custos associados aos pedidos de direitos de propriedade industrial, designadamente taxas, pesquisas, anuidades e honorários de consultoria em matéria de propriedade industrial;

- Requalificação da fachada, remodelação da área de venda ao público no interior do estabelecimento e aquisição de toldos ou reclamos para colocação no exterior do estabelecimento;

- Estudos, diagnósticos, conceção de imagem, projetos de arquitetura e das especialidades e processo de candidatura;

- Intervenção de Técnico Oficial de Contas (TOC) ou Revisor Oficial de Contas (ROC).


LIMITES, FORMA E TAXAS DE APOIO

O incentivo a conceder assume a natureza de não reembolsável (fundo perdido), correspondente a 40% das despesas elegíveis, não podendo ultrapassar o valor total de 35 000 euros por projeto.

O projeto individual pode beneficiar de um prémio de boa execução correspondente a uma majoração de 5% a 10% do valor do incentivo apurado, se, em sede de avaliação final do projeto, cumprir os objetivos estipulados no projeto.


peça-nos uma proposta



Incentivoscom que trabalhamos

Elaboramos candidaturas aos Sistemas de Incentivos Portugal 2020, com apoios ao investimento a fundo perdido e reembolsável, nas medidas de Inovação Empresarial, Qualificação, Internacionalização, Investigação, SI2E, Formação e Vales, nos setores do turismo, indústria, comércio e serviços, agricultura e floresta.

Elaboramos candidaturas aos Sistemas de Incentivos PDR 2020, VITIS e MAR 2020, para apoiar projetos de investimento destinados a: Explorações Agrícolas, Jovens Agricultores, Agroindústria, Floresta e Empresas do setor florestal, Desenvolvimento Rural (alojamento, restauração e animação turística), Vinha, Pesca e Aquicultura.

Atuamos no Norte e Centro de Portugal - Braga, Guimarães, Barcelos, Famalicão, Amares, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Esposende, Fafe, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho, Vila Verde, Vizela, Viana do Castelo, Ponte de Lima, Arcos de Valdevez, Vila Nova de Cerveira, Valença, Trás-os-Montes (Chaves e Vila Real), Maia, Matosinhos, Porto, Santa Maria da Feira, S. João da Madeira, Estarreja, Águeda, Aveiro, Coimbra, Viseu, Pombal, Leiria, Marinha Grande e áreas envolventes.

©2019 - Licentivos

Telefone+351 253 618 791
 

MoradaRua António Cândido Pinto, Nº 32,
Fraião, 4715-400 Braga

HorárioSegunda a Sexta-feira
09h00 – 13h00
14h00 – 18h00


      

Fax+351 253 273 231
 

Coordenadas GPSN 41° 32' 26.1486"
W -8° 24' 18.2088"

Emailinfo@licentivos.pt
rh@licentivos.pt
formacao@licentivos.pt

Atuamos no Norte e Centro de Portugal - Braga, Guimarães, Barcelos, Famalicão, Amares, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Esposende, Fafe, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho, Vila Verde, Vizela, Viana do Castelo, Ponte de Lima, Arcos de Valdevez, Vila Nova de Cerveira, Valença, Trás-os-Montes (Chaves e Vila Real), Maia, Matosinhos, Porto, Santa Maria da Feira, S. João da Madeira, Estarreja, Águeda, Aveiro, Coimbra, Viseu, Pombal, Leiria, Marinha Grande e áreas envolventes.

Telefone+351 253 618 791

Fax+351 253 273 231

MoradaRua António Cândido Pinto, Nº 32,
Fraião, 4715-400 Braga

HorárioSegunda a Sexta-feira
09h00 – 13h00
14h00 – 18h00

      

Coordenadas GPSN 41° 32' 26.1486"
W -8° 24' 18.2088"

Emailinfo@licentivos.pt
rh@licentivos.pt
formacao@licentivos.pt

©2019 - Licentivos